Sites Grátis no Comunidades.net
REVELAÇÕES DIVINA DO ACENDEDOR DO SETE CANDEEIROS
REVELAÇÕES DIVINA DO ACENDEDOR DO SETE CANDEEIROS

REVELAÇÕES DIVINAS

DO "ACENDEDOR DOS

SETE CANDEEIROS"

Reconcilia-te com todas as coisas do céu e da terra. Quando se efetivar a reconciliação com to­das as coisas do céu e da terra, tudo será teu amigo. Quando todo o Universo se tornar teu amigo, coisa alguma do Universo poderá causar-te dano. Se és ferido por algo ou se és atingido por micró­bios ou por espíritos baixos, é prova de que não estás reconci­liado com todas as coisas do céu e da terra. Reflexiona e reconci­lia-te. Esta é a razão por que te ensinei, outrora, que era necessário te reconciliares com teus ir­mãos antes de trazeres oferenda ao altar. Dentre os teus irmãos, os mais importantes são teus pais. Mesmo que agradeças a Deus, se não consegues, porém, agradecer a teus pais, não estás em confor­midade com a vontade de Deus. Reconciliar-se com todas as coisas do Universo significa agrade­cer a todas as coisas do Universo. A reconciliação verdadeira não é obtida nem pela tolerância nem pela condescendência mútua. Ser tolerante ou ser condescendente não significa estar em harmonia do fundo do coração. A reconci­liação verdadeira será consolidada quando houver recíproco agrade­cer. Mesmo que agradeça a Deus, aquele que não agradece a todas as coisas do céu e da terra não consolida a reconciliação com to­das as coisas do céu e da terra. Não havendo a reconciliação com todas as coisas do Universo, mes­mo que Deus queira te auxiliar, as vibrações mentais de discórdia não te permitem captar as ondas da salvação de Deus. Agradece à Pátria. Agradece a teu pai e a tua mãe. Agradece a teu marido ou a tua mulher. Agradece a teus filhos. Agradece a teus criados. Agradece a todas as pessoas. Agradece a to­das as coisas do céu e da terra. Somente dentro desse sentimento de gratidão é que poderás ver-Me e receber a Minha salvação. Co­mo sou o Todo de tudo, estarei somente dentro daquele que es­tiver reconciliado com todas as coisas do céu e da terra. Não sou presença que possa ser vista aqui ou acolá. Por isso não me incor­poro em médiuns. Não penses que, chamando por Deus através de um médium, Deus possa Se re­velar. Se queres chamar-Me, re­concilia-te com todas as coisas do céu e da terra e chama por Mim. Porque sou Amor, ao te recon­ciliares com todas as coisas do céu e da terra, aí, então, Me revelarei.

(Revelação Divina da noite de 27 de setembro de 1931.)

 

O

É chegada a hora. Agora todos os doentes podem se levantar. É chegada a hora em que a doença já não existe para ti. Há dois mil anos, Cristo curou doentes que se achavam à distância com apenas estas palavras: "Seja-te feito con­forme tua fé"; e é chegada a hora de esta Verdade ser revelada à hu­manidade toda. Volve os olhos para os fatos nos quais doentes, mesmo à distância, se curam com a simples leitura das Escrituras Seicho-No-Ie e conhecimento da Verdade. Surge, agora, a Seicho-No-Ie perante a humanidade co­mo Sete Candeeiros que profetiza o Apocalipse. Aquele que recebe a Luz da Verdade através destes Candeeiros aniquila os três males - pecado, doença e morte - que têm torturado a humanidade desde a sua expulsão do jardim do Éder citada no Génesis. Quando aproxima a Luz, desaparecem as trevas. Quando se aproxima Verdade, extinguem-se as ilusões. Extintas as ilusões, desaparem seus frutos: pecado, doença e morte. Recebe Minha luz sem duvidar. Sou Aquele que ascende a luz nos Sete Candeeiros.

 

(Revelação Divina de 15 de janeiro de 1931.)